Entrevista com Rafael Trevisan

30 ago Entrevista com Rafael Trevisan

Rafael Trevisan tem 23 anos, é paulista de Mineiros do Tietê, funcionário público e foi o vencedor do concurso que fizemos em nosso Facebook no início de agosto!

Pedimos aos fãs que acompanham a nossa página para nos enviarem fotos de suas coleções de coisas da Avril Lavigne. Muitos fãs participaram e nós publicamos todas as fotos em um álbum especial, que você pode conferir clicando aqui. O dono da foto mais curtida ao longo de uma semana inteira, seria entrevistado por nós.

Pois bem, Rafael conseguiu 443 curtidas em sua foto e a entrevista que fizemos com ele vocês podem ler abaixo:

Música preferida: My Happy Ending

Clipe preferido: Sk8er Boi

Álbum preferido: Under My Skin

Como e quando se tornou fã da Avril Lavigne?

Rafael Trevisan: Eu me tornei fã da Avril há 11 anos, quando duas amigas me mostraram uma música dela no meio da aula, era Sk8er Boi. Eu me lembro de ter gostado muito da música, mas até então não sabia de quem se tratava, até que senti vontade de pesquisar mais sobre ela. E na época não era essa coisa de internet, era mais por revista mesmo, pôsteres. Na internet era um pouco raro, porque, na época, a minha era discada! E então fui conhecendo outras músicas, me identifiquei com o som, o estilo e a atitude que ela tinha na época e estou até hoje acompanhando. E cada vez mais.

O que te motivou a colecionar coisas da Avril Lavigne? Como isso começou e o que você mais gosta de colecionar?

RT: O que me motivou, na verdade, foi uma coisa natural. Sempre que eu via uma revista ou pôster, eu queria comprar. Tudo que eu via sobre ela em qualquer lugar, eu comprava. Quando me dei conta, tinha muitas revistas, pôsteres, Cds, Dvds e até mesmo roupas da Abbey Dawn e o perfume dela. Hoje em dia não é diferente, quando eu encontro algo que tem ela, eu acabo comprando.

A banda da Avril sofreu mudanças ao longo dos anos. Se você pudesse mudar a formação da banda, quais integrantes, entre os atuais e os antigos, você escolheria?

RT: Acho que cerca de 90% dos fãs queria o Evan de volta, assim como eu. Mas um, em especial, eu gostaria muito que voltasse: o Matt. Seria ótimo.

Se você pudesse escolher um artista para fazer um dueto com a Avril Lavigne, quem seria?

RT: Apesar de eu não entender o jeito dela, se ela gosta ou não da Avril, acho que seria bem interessante se fosse com a Hayley Williams, pelo fato de as duas terem um estilo próprio e também porque ambas fazem pop/rock.

Além da Avril Lavigne, que outros artistas você gosta e acompanha?

RT: Gosto de Alanis Morissette, Ke$ha, 12 Stones, Simple Plan, NX Zero. São os que eu mais tenho escutado atualmente.

Foi a algum show da Avril Lavigne no Brasil?

RT: Infelizmente, eu não consegui ir. Mas estou torcendo para que ela venha ano que vem. Com certeza eu irei.

Seria capaz de fazer alguma loucura para conseguir chegar perto da Avril?

RT: Olha, uma loucura seria dormir na frente do hotel em que ela tivesse hospedada, talvez. Ou até mesmo ficar hospedado no mesmo hotel que ela. Mas como tantos fãs fazem isso hoje em dia, não acho que isso seria uma loucura tão grande.

O que você diria para a Avril Lavigne se ficasse frente a frente com ela?

RT: Eu diria que admiro muito o trabalho dela. E que ela fez e faz parte da minha vida. Em várias fases pelas quais eu passei, me lembro de ouvir suas músicas e os conselhos que ela dava em entrevistas. São tantas coisas, acho que não conseguiria dizer pra ela tudo que eu gostaria.

Já se imaginou em algum clipe da Avril?

RT: Sim! Rock N Roll. Eu queria beijá-la.

O novo álbum vem aí! O que você achou da escolha do nome do álbum? E o que você espera dele?

RT: Eu achei super interessante esse álbum autointitulado e espero que ela surpreenda mais uma vez, tanto com a musica quanto com os clipes (que já estão surpreendendo). E também com as fotos e até mesmo na turnê mundial.

Nas fotos que você enviou para participar do concurso, vimos que você tem o nome da Avril tatuado. Quando você decidiu fazer essa tatuagem? Tem mais alguma tatuagem (relacionada à Avril ou não)?

RT: Quando eu decidi fazer essa tatuagem, eu pensei bastante. Queria fazer algo relacionado à ela, mas não sabia o que fazer. Até que uma amiga fez uma tattoo assim na perna, com o nome dos pais dela, e eu olhei e gostei muito. Mas continuei pensando, até que me decidi e acabei fazendo, e com a letra da Abbey Dawn, que é a que eu mais gosto. Tenho outras tattoos, mas não são relacionadas à Avril, apenas inspiradas. Tenho um coração no mesmo lugar no braço em que ela tem o “D”, só que coloquei a inicial do nome da minha mãe, e no outro braço a inicial do nome da minha avó.

Você consegue descrever o que sente pela Avril?

RT: Sim! Admiração. Ela é um exemplo, quem acompanha a carreira dela sabe o que eu digo.

Tem algum acontecimento na sua vida (cômico/triste/inusitado) relacionado à Avril que você queira compartilhar com a gente?

RT: Eu não diria engraçado, mas me lembro de uma vez estar meio bêbado e, então, fui falar com o DJ para que ele tocasse Avril na balada, que estava lotada. Ela tinha acabado de lançar Girlfriend e a música estava bombando. O DJ me disse que tocaria e, pouco tempo depois, ele tocou e a galera curtiu bastante.

Agradecemos ao Rafael pela entrevista e a todos os que participaram do nosso concurso! Parabéns pelas coleções, são todas únicas e especiais.





359 views