Brasileira diagnosticada com Lyme busca ajuda para tratamento na Alemanha

17 out Brasileira diagnosticada com Lyme busca ajuda para tratamento na Alemanha

READ THIS POST IN ENGLISH

We received several messages of emotional fans on our social networks about a Brazilian girl, Amanda Bertolini, from Campinas – Sao Paulo. The 20 year-old girl was diagnosed with Lyme disease six years ago, during her graduation trip to Bonito, in Mato Grosso do Sul.

According to the article published on G1, a month after she came back from the trip, Amanda started to have hallucinations, learning difficulties, pain in her joints and severe weakness.

She wasn’t diagnosed immediately, and as happened with Avril Lavigne, it was difficult to find out that she had Lyme disease, and because of this her condition became worse. Nowadays, according to her family, Amanda has many symptoms like: fainting, lost of movements, memory loss, sensibility to light, rage attacks, skin outbreaks and weight gain.

Since the disease isn’t common in Brazil, there isn’t an efficient treatment capable of curing the patient. In 2009, when Amanda was diagnosed, the Brazilian doctors were able to “put the bacteria to sleep”, but in 2013, after a deep depression (the girl had tried to commit suicide three times) her family looked for medical help again. The doctor cited that the disease was still there, and even more severe.

The treatment that promises to cure her is in Germany, and costs about 30,000 Euros, including flight tickets and accommodation. According her family, they have already got 23,000 Euros up till now through a campaign on the Internet; they still need to collect 7,000 Euros so that she can finally receive an efficient treatment to cure her.

If you felt touched by her story, you can help her, too. There’s a page on Facebook with all information needed to donate: Get better, Amanda.

And, as everyone knows, the new Avril Lavigne Foundation campaign aims to get money to help people diagnosed with Lyme disease. So if you haven’t donated yet, do it, too. You can win prizes and will be automatically participating in a draw to be in the upcoming movie Charming, an animation movie in which Avril Lavigne gives voice to Snow White. For more information about the campaign, click here.

We cannot promise that Amanda’s story will be delivered to Avril, but we’ll do everything possible to spread the word and help her. We hope that Amanda will be able to receive the right treatment to have a normal and healthy life. Get better, Amanda!

You can read the original article about Amanda here.

Recebemos em nossas redes sociais diversas mensagens de fãs sensibilizados com a história da brasileira Amanda Bertolini, natural de Campinas, São Paulo. A jovem, hoje com 20 anos, foi diagnosticada com a doença de Lyme há cerca de 6 anos, após uma viagem de formatura em Bonito, no Mato Grosso do Sul.

Amanda Bertolini, brasileira diagnosticada com Lyme que busca ajuda para tratamento na internet

Segundo matéria que foi publicada no G1, um mês após voltar da viagem, Amanda começou a ter alucinações, dificuldade de aprendizado, dor nas articulações e fadiga extrema. O diagnóstico da doença não veio imediatamente e, assim como aconteceu com Avril Lavigne, não foi fácil descobrir que se tratava de Lyme. Por esse motivo, o quadro se agravou e, atualmente, segundo a família, Amanda sofre com inúmeros sintomas, como, por exemplo, desmaios, perda de movimentos, de memória, sensibilidade à luz e som, ataques de raiva e de pânico, erupções na pele e ganho de peso.

Como a doença não é comum no Brasil, não existe também um tratamento eficaz capaz de trazer a cura para a doença. Em 2009, quando Amanda foi diagnosticada, os médicos brasileiros conseguiram “fazer dormir” a bactéria da doença, mas em 2013, após mais uma forte depressão que acometeu a jovem (que já tentou suicídio 3 vezes), a família procurou novamente ajuda médica e constatou que a doença continuava lá e agora com quadro mais agravado.

O tratamento com promessa de cura fica na Alemanha, e custa em média 30 mil euros (aproximadamente R$ 130 mil reais), incluindo despesas com passagens aéreas e hospedagens. Segundo a família, com a campanha dos amigos na internet, já foram arrecadados cerca de R$ 105 mil reais, faltando agora R$ 25 mil reais para que Amanda possa finalmente receber um tratamento eficaz para a doença.

Se você se sensibilizou com a história e pode ajudar, existe uma página no Facebook com todas as informações necessárias para quem desejar doar: Fica bem, Amanda.

E como todos sabem, a campanha atual da Avril Lavigne Foundation visa arrecadar fundos para ajudar justamente as pessoas diagnosticadas com Lyme, se você ainda não doou, doe também. Você ganhará prêmios e automaticamente estará concorrendo a participar das gravações do filme Charming, animação em que Avril Lavigne dará voz à Branca de Neve. Para mais informações sobre a campanha da Avril Lavigne Foundation, clique aqui.

Em tempo: não podemos prometer que conseguiremos fazer  a história de Amanda chegar aos olhos e ouvidos de Avril, mas faremos o que estiver ao nosso alcance para divulgar e ajudar. A nossa torcida é para que a brasileira consiga fazer o tratamento desejado e possa ter uma vida normal e com saúde. Fica bem, Amanda!

A matéria original e completa sobre Amanda Bertolini você pode ler aqui.





1.239 views